#1 Não compartilhe suas senhas

Lembre-se que um relacionamento pode acabar. Permitir que seu ex-parceiro tenha acesso ao seu perfil do Facebook, mensagens privadas e fotos pode ser muito arriscado.

#2 Tome cuidado ao compartilhar conteúdo íntimo

Se você compartilhar fotos ou vídeos pessoais, utilize serviços de mensagens que criptografem dados, não permitam o encaminhamento a terceiros, bloqueiem capturas de tela e possibilitem a remoção das mensagens. Nenhum deles é 100% seguro, lembre-se disso.

#3 Verifique sua configuração de privacidade nas redes sociais

Decida quem pode ter acesso ou não as suas fotos pessoais. Montagens com fotos reais e outras pornográficas também são comuns.

#4 Não crie contas compartilhadas com seu parceiro

Se você fizer isso, ele poderá ter acesso a todas as suas fotos e usá-las sem o seu consentimento.

#5 Utilize as vias legais para denunciar o responsável

Em razão do crescimento do Revenge Porn, cada vez mais países têm adotado leis que estabelecem sanções a quem divulgar informações que não deveriam ser públicas, mesmo que o conteúdo tenha sido enviado voluntariamente a eles pela vítima. Portanto, denuncie.

#6 Monitore as atividades dos adolescentes

Adolescentes são as maiores vítimas de Revenge Porn. Muitas vezes, por vergonha ou medo, escondem o ocorrido. Por isso, é muito importante que os pais estejam atentos às atividades online de seus filhos e utilizem programas para limitar o acesso e garantir mais segurança na internet.